AEEN_Escolas.jpg

 

Ação de formação de curta duração (ACD11).

Mais informações aqui.

Realizou-se na Alemanha o primeiro encontro deste projeto que durante 2 anos irá envolver alunos professores, famílias e a comunidade educativa.

Diversidade e integração são os temas a desenvolver.

https://youtu.be/-kT2nAo2Nro

Nos dias 27 e 28 de outubro iniciou-se mais um projeto ERASMUS + no nosso Agrupamento, onde nós somos os coordenadores.
O projeto intitulado FUN@SCIENCE pretende explorar o potencial das impressoras 3D no ensino das ciências e das tecnologias.

Neste projeto estão envolvidos cinco países: Portugal, Itália, República Checa, Polónia e Grécia.

Ao projeto ERASMUS + Orientação profissional para o mercado de trabalho europeu, foi reconhecida a qualidade do trabalho desenvolvido.

PARABÉNS a todos os participantes

No final do projeto, podemos consultar os trabalhos realizados pelos alunos e as empresas visitadas.

 Um projeto europeu em construção - 2015/17

www.erasmusplus2015.esy.es

Cronologia das atividades

O AEEN esteve em Capo d’Orlando, em Itália, no primeiro encontro do ERASMUS + CHIME, My home, my city, my responsibility, que decorreu entre 17 e 19 de Outubro.

Para além de Portugal, estiveram presentes representações de Espanha, Itália, Grécia, Roménia e Turquia.

Pretende-se, com este projeto, que os alunos participantes aprofundem e partilhem as bases de uma cidadania ativa, fundada na sua capacidade de ler o mundo na comunidade a que pertencem, devendo contribuir o projeto para, entre outras prioridades, o encorajar nos alunos um espirito empreendedor e a adesão a um compromisso social que resulte num contributo efectivo para a vida da comunidade, envolvendo os alunos na vida social das suas cidades.

O próximo encontro será em Janeiro de 2018, de 15 a 19, em Almada.

É o título do projeto Erasmus + que irá ser promovido pelo Centro de Associação de Escolas do Concelho de Almada - Almadaforma, nos próximos dois anos, com parceiros da Turquia, Polónia e Espanha.

Com o objetivo de desenvolver as competências básicas e a criatividade dos adolescentes e ainda promover a sua empregabilidade, através do uso educativo de apps (aplicações).

Pretende-se, entre outros, alcançar os seguintes objetivos: criar, publicar e partilhar apps para a educação; criar um tutorial com os passos para criar uma app, refletir sobre os riscos do uso das apps na escola,…

Este projeto pretende ser uma fonte de inovação que vai contribuir para o desenvolvimento dos currículos nas instituições parceiras e simultaneamente aumentar as competências dos formadores/professores.

 

 

Página 1 de 2