AEEN_Escolas.jpg

Quem somos | Centros Euroguidance | ELGPN

 

Quem somos

 

O Serviço de Psicologia e Orientação (SPO) é um serviço especializado de apoio educativo, que articula com as estruturas de orientação educativa da escola e com outros serviços locais para promover condições que assegurem a integração escolar e social dos alunos e facilitem a sua transição para  a vida activa ou continuação de estudos a nível superior.

Atribuições

O Serviço de Psicologia e Orientação acompanha o aluno, individualmente ou em grupo, ao longo da escolaridade básica e secundária e apoia o desenvolvimento do sistema de relações interpessoais no interior da escola e entre esta e a comunidade.

O apoio psicopedagógico a alunos e professores, a orientação escolar e profissional e o apoio ao desenvolvimento do sistema de relações na comunidade escolar são os três domínios específicos da sua intervenção.

Dada a sua natureza, o SPO tem uma intervenção prioritária no que concerne à caracterização, desenvolvimento de estratégias e acompanhamento de alunos com necessidades educativas especiais, sejam de carácter temporário, sejam prolongadas ou permanentes.

Legislação de referência do SPO

Decreto-Leinº190/91, de 17/05 – cria os Serviços de Psicologia e Orientação e estabelece as atribuições e competências destes serviços. Define, genericamente a organização e funcionamento dos SPO e a constituição das equipas técnicas.

Psicóloga: Rosa Maria Raposo

Local de funcionamento: sala A205

Horário: Disponível no local.

 

 

Centros Euroguidance

 

A Plataforma Design the Future agrega os depoimentos de profissionais de diversas áreas de atividade. Encontra-se disponível uma nova versão aumentada e atualizada.

Consulte em: http://www.euroguidance.gov.pt/index.php?c=noticia&id=74

 

 A Carta para a Diversidadeiniciativa da União Europeia, é um dos instrumentos voluntários criados com o objetivo de encorajar os empregadores a implementar e desenvolver políticas e práticas internas de promoção da diversidade. Valorizar as características, as competências e o talento de cada pessoa promove a igualdade de tratamento e de oportunidades, combatendo os estereótipos e as discriminações e fomentando uma cultura de inclusão baseada no respeito pelo ser humano.

 A Carta Portuguesa para a Diversidade, assinada em 31 de março de 2016,  surge em linha com os esforços encetados pela Comissão Europeia e com as prioridades da Estratégia Europa 2020.

 

Está disponível em: http://www.euroguidance.gov.pt/index.php?c=noticia&id=66 uma publicação conjunta de vários Centros Euroguidance, sobre os desafios e mais valias que as experiências de mobilidade colocam.

A comissão Europeia realizou um estudo sobre Competências e Qualificações no Espaço Europeu.

Os resultados referem a importância dos serviços de orientação tanto no setor da educação como do emprego.

Consulte o relatório em: http://www.euroguidance.gov.pt/index.php?c=noticia&id=58

http://www.euroguidance.gov.pt/index.php?c=noticia&id=59 a Newsletter da ELGPN com informação útil sobre Orientação Escolar e Profissional.

Cursos com maior empregabilidade

Mobilidade

Estudar no estrangeiro

O sítio "Direito à Educação" foi criado no quadro da Comissão Nacional de Direitos Humanos, que envolveu representantes de diversos Ministérios e organismos nacionais, no seguimento da 7.ª reunião plenária da Comissão Nacional para os Direitos Humanos, realizada em 15 de junho de 2012, reúne, no mesmo espaço, indicadores de processo e indicadores de resultado em quatro das principais dimensões da Educação em Portugal: Educação Universal e Obrigatória; Acesso ao Secundário e ao Ensino Superior; Currículo e Recursos Educativos; e Oportunidades e Liberdade.

Foi então decidido que esta partilha de indicadores nacionais de Direitos Humanos seria um instrumento muito útil para os Estados cumprirem as obrigações de comunicação de informação aos órgãos dos Tratados das Nações Unidas.

 

Tendo como objetivo facilitar a monitorização e a transparência do sistema, poderão ser encontrados, nesta nova área da DGEEC, indicadores tão variados como o número de crianças inscritas e de alunos matriculados/inscritos, taxas de escolarização, taxas de feminidade, taxa de abandono escolar precoce ou número médio de alunos por turma, entre outros.

O Ministério da Educação reforça assim a informação estatística disponibilizada à comunidade educativa e ao público em geral, garantindo decisões mais informadas por parte de professores, alunos e famílias e o reforço do direito de toda a sociedade a cada vez mais e melhor informação sobre a área da educação.

Aceda aqui.

 

 

ELGPN

 

Rede Europeia de Políticas de Orientação ao Longo da Vida – ELGPN

Pretende ajudar a União Europeia, os Estados-Membros e a Comissão Europeia no que respeita à promoção e reforço da cooperação europeia no domínio da orientação ao longo da vida na educação e noutros setores de atividade, promovendo a cooperação a nível nacional e europeu sobre orientação ao longo da vida.

Acede aqui ao website da ELGPN.

Novas publicações:

O Abandono Escolar Precoce e Orientação ao Longo da Vida

Aprendizagem em Cotexto de Trabalho e Políticas de Orientação ao Longo da Vida

 A Garantia Jovem e Orientação ao Longo da Vida